Pular para o conteúdo

Marketing de afiliados: o que é e como começar

marketing de afiliados

O marketing de afiliados é uma oportunidade digital que permite, por exemplo, que uma empresa ganhe dinheiro com um blog ou fazendo publicações em redes sociais e se torna ainda mais atrativa quando é criado um curso online ou um livro digital.

Trata-se de um processo de ganhar uma comissão ou uma parte da renda a cada venda que for feita e esse processo promove produtos de outras pessoas ou empresas de aluguel de gerador pequeno, por exemplo.

Se a empresa ou a pessoa pretende vender mais, ela pode oferecer a promotores um incentivo financeiro para aumentar suas vendas, criando estratégias para promover o seu negócio pela internet.

Existem dois lados no marketing de afiliados: o criador e vendedor do produto e o profissional de marketing

Nessa união, o processo tem como objetivo espalhar a criação do produto e realizar o marketing, onde cada um recebe uma parcela da renda, de acordo com a contribuição de cada um, chamada de renda compartilhada.

Quais são as etapas do marketing de afiliados?

Quando o marketing de afiliados é aplicado em uma empresa de adestramento de cães adultos, as estratégias passam por quatro etapas:

  • O comerciante;
  • O afiliado;
  • O consumidor;
  • A rede.

O comerciante às vezes é conhecido como o criador, a marca, o revendedor ou o vendedor e é a parte onde o produto é criado para ser vendido.

Já o afiliado é também conhecido como editor, onde o marketing acontece e o afiliado promove um ou vários produtos para hidrojateamento e pintura, tentando atrair e convencer os consumidores em potencial a comprá-los.

É o afiliado que tenta fazer o marketing para o consumidor em um canal digital que ele achar apropriado. Pode ser uma rede social, anúncios, ou por meio de marketing de conteúdo.

Cabe ao afiliado decidir se o consumidor vai saber ou não que ele está fazendo parte de um sistema de marketing de afiliados.

Quanto ao consumidor, é ele que faz o sistema de afiliados girar, mesmo porque sem vendas de parede de gesso para sala, não haverá comissão para receber, tampouco renda para compartilhar.

Quando o afiliado decide contar ao consumidor a sua participação no sistema, sobre estar recebendo ou não incentivos financeiros, ele deve ser transparente nessa informação.

A rede funciona como um intermediário entre o afiliado e o comerciante e os afiliados muitas vezes passam por esse processo, para que possam promover o produto de fechamento de varanda com vidro de correr, por exemplo.

Portanto, os afiliados deixam que a rede controle o pagamento e a entrega do produto, deixando que o comerciante lance o produto na rede.

Dessa forma a rede é a base de dados para esses produtos e o afiliado é que escolhe qual deles quer promover.

Com relação à promoção de produtos para o consumidor, podem ser utilizados livros, brinquedos ou itens para casa que podem ser vendidos na plataforma utilizada em cada empresa.

A cada compra realizada pelo link da empresa, o afiliado ganha uma pequena comissão.

Quais são os benefícios do marketing de afiliados?

Uma dos principais benefícios do marketing de afiliados é os ganhos mútuos entre quem produz o produto e os divulgadores por meio dos vendedores.

Um processo justo e inteligente, porque cada um deles possui suas capacidades a oferecer. Existem também os benefícios indiretos, tais como:

Baixo investimento

Tendo disposição e tempo para investir, qualquer pessoa pode trabalhar como afiliado.

Geralmente, as empresas de instalação de piso vinílico clicado impõem poucas exigências para quem deseja ganhar dinheiro com promoções.

Portanto, o marketing de afiliados é uma oportunidade para quem está à procura de um trabalho extra, aumentando assim a sua renda mensal. É necessário apenas ter acesso à internet, por um celular, por exemplo.

Liberdade de escolha do nicho de trabalho

Normalmente os infoprodutos são uma escolha bastante frequente, mas essa não é a única forma de lucrar sendo um afiliado. É viável também lucrar nessa área vendendo materiais educativos, cosméticos ou produtos eletrônicos, por exemplo.

O leque de opções é amplo, e quanto mais especializado o afiliado for em um nicho de trabalho, mais ele terá oportunidades para decidir o que quer vender, podendo ser plano de manutenção preventiva ar condicionado.

O marketing de afiliados é uma das possibilidades de exercer uma atividade de forma remota, porque a única exigência é possuir um equipamento com acesso a web.

Espaço para outras atividades

Quem trabalha com marketing de afiliados não precisa dedicar tempo integral nessa função.

Ela permite espaço para que outras atividades possam ser realizadas, para obter dinheiro extra, como também abre espaço para aprender novas formas de ganhar dinheiro com outras estratégias de marketing digital.

É uma oportunidade para empreender 

O marketing de afiliados dá chances para que o empreendedor tenha seu próprio negócio, podendo extrair experiência com a afiliação. Dessa forma, os riscos típicos de um novo negócio podem ser evitados.

Como funciona o marketing de afiliados?

É preciso fazer o cadastramento em uma das plataformas que fazem a ponte entre afiliados e comerciantes, para depois submeter o site à aprovação e iniciar vendas online.

A operação vai ser gerida por painéis de controle específicos, nos quais as vendas e os pagamentos das comissões de micropigmentação capilar fio a fio são controladas.

Como os afiliados são pagos?

No geral, as remunerações são feitas das seguintes formas:

Custo por Clique (CPC)

É um formato no qual o afiliado recebe seu pagamento por cada clique que for efetuado em um anúncio do site, blog ou rede social, independentemente do formato do anúncio: texto, banner, e-mail marketing ou imagem.

O valor é fixo, mas pode variar conforme o anunciante.

Custo por Ação (CPA)

É uma remuneração que provém de alguma ação realizada pelo consumidor, como um cadastro no site da empresa e essa ação é a métrica de pagamento do produtor de conteúdo, por exemplo. O valor também é fixo.

Custo por Mil Impressões (CPM)

Esse tipo é utilizado apenas para anúncios em formato de banner de publicidade, no qual o anunciante remunera o produtor de conteúdo a cada 1000 impressões que forem feitas na página do blog ou da rede social.

A cada acesso onde estiver o banner, é contabilizada uma visualização do usuário. Isso significa que quanto maior forem as visitas e as visualizações, as chances aumentam para receber um valor satisfatório.

Custo por Venda (CPV)

No custo por venda, o afiliado recebe do anunciante de acordo com o número de seguidores em um produto ou serviço.

É um tipo de comissão: a empresa anuncia o produto, incentiva e vende, para depois adquirir um percentual sobre as vendas concretizadas. Contudo, no CPV, a empresa precisa ter influência e credibilidade perante o público.

Custo por Lead válida (CPL)

Esse formato só remunera o afiliado quando o usuário realiza uma ação válida, tornando-se um lead de venda.

Custo por Formulário (CPF)

Aqui o afiliado só é remunerado se o usuário preencher um formulário do anunciante, e tem como base o tempo de preenchimento, seja o formulário simples ou complexo. A cada preenchimento registrado, o produtor de conteúdo ganha um valor fixo.

Dicas para trabalhar com afiliados

Abaixo, dicas importantes para realizar um trabalho com afiliados:

  • Conhecer bem o público-alvo;
  • Definir o nicho de atuação;
  • Escolher os produtos com potencial de venda;
  • Avaliar a comissão para cada produto;
  • Escolher os canais de divulgação dos produtos;
  • Estabelecer uma estratégia de distribuição do conteúdo;
  • Investir em tempo e dedicação.

Existem diversas plataformas de afiliados que podem ser utilizadas, tais como a Hotmart, Monetizze, Eduzz, e Lomadee.

Como ser um afiliado?

Abaixo o passo a passo para trabalhar nessa área começa com escolher um bom programa de afiliados, escolher os produtos a serem divulgados, educar a audiência sobre o produto que está sendo vendido, e divulgar uma oferta.

Considerações finais

Existem duas formas de iniciar o marketing de afiliados, tornando-se um comerciante ou um afiliado. O mais comum é ser um afiliado.

O marketing de afiliados é uma maneira de começar um negócio online e qualquer pessoa pode trabalhar como um filiado, pois essa forma é bastante acessível, visto que pode ser realizada remotamente.

A possibilidade de um ganho financeiro extra, pela internet, é muito grande e com o marketing de afiliados, a pessoa pode ser seu próprio chefe, porque não vai ter ninguém cobrando resultados.

Essa função dá liberdade para uma jornada de trabalho mais flexível, onde é possível decidir as melhores horas do dia para trabalhar, seja pela manhã, tarde ou noite.

O marketing de afiliados nada mais é do que um sistema de ganhar comissões, promovendo produtos ou serviços de outras pessoas ou empresas, a cada venda que é concretizada.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.