Dores e Sintomas

Labirintite dá Dor de Cabeça? Os sintomas podem dar tontura, enjoo e fraqueza?

A labirintite possui muitas causas possíveis, inclusive a forma de se alimentar.

O labirinto fica no ouvido interno e apresenta as estruturas sáculo e utrículo,

as estruturas onde os cristais pequenos pressionam células da área e conferem a noção para as pessoas de posicionamento corporal em planos horizontal e vertical.

Os canais semicirculares notam movimentos da rotação da cabeça.

Os traumas e as mudanças ainda não muito compreendidas podem induzir que os pequenos cristais se desloquem a estes canais.

sintomas labirintite emocional

Os cristais que caem em local errado alteram a densidade de líquido que preenche canais,

induzindo que os sinais de emissão do labirinto para cérebro tenham distorção.

Isto gera vertigem, confusão e enjôo.

 

Labirintite associada a enxaqueca

Além destas situações, mais condições abrem alas para labirintite, como a restrição de sangue, enxaqueca, e ataque químico.

Sobre a restrição de sangue, as mudanças posturais e enfermidades que prejudicam o fluxo de sangue,

sendo exemplo a deposição das placas em artérias, são capazes de afetar o labirinto.

Em relação ao ataque químico, o diabetes descontrolado e utilização inadequada de determinados medicamentos podem irritar a estrutura pequena, resultando em zonzeira.

E sobre a enxaqueca, os indivíduos com este tipo de dor de cabeça se encontram mais expostos para vertigem rotatória, a sensação de que tudo gira.

 

Possíveis tratamentos

Para tratamento, os remédios que sedam o labirinto geralmente são primeira opção, no entanto, há mais possibilidades.

Com a reabilitação, por exemplo, em fisioterapia vestibular,

as atividades ensinam a compensação para sistema nervoso de problemas no labirinto.

Com o neurofeedback, os sensores são posicionados na língua da pessoa.

Ao movimentar a cabeça, o equipamento vai estimular circuitos cerebrais novos.

Com relação à manobra de epley, o médico vai submeter a cabeça da pessoa para seqüência de posições, induzindo os cristais do labirinto a voltar para lugar.

 

Leia também:

Amoxicilina Serve para Dor de Dente?

Dente Estragado Pode Causar Câncer?

Estômago Doendo? Veja o que Pode Ser a Causa

 

Tontura e enjoo

Os indivíduos enjoam ou permanecem zonzos em certos meios de transporte, por causa da ausência da sintonia entre visão e labirinto.

Porém, é possível evitar, ao manter o olhar fixo no ponto a auxiliar em estabilizar.

Não ficar períodos longos no jejum, evitar álcool anteriormente ou no trajeto.

Tentar não ler ou mexer em celular durante o percurso. Se for possível, ficar longe de cheiro intenso, de exemplo cigarro, perfume e combustível.

O labirinto faz comunicação com o cérebro através de nervos vestibulares.

Toda esta área pode ficar inflamada com ataque dos micróbios e vírus.

Pelo final, os sinais à cabeça ficam atrapalhados e aparecem sintomas clássicos de labirintite.

 

Vídeo | Tontura e Dor de cabeça. Labirintite ou enxaqueca?

https://youtu.be/0LYSxQm0i-U

 

Considerações finais

Em relação aos tipos de labirintite, as tonturas associadas com labirinto podem ter divisão em tipos seguintes,

a vertigem paroxística benigna, a migrânea vestibular, e a Síndrome de Ménière.

A migrânea vestibular é bastante comum nas pessoas que têm histórico de enxaqueca.

Sobre a vertigem paroxística benigna, o tipo de tontura mais comum em população,

é gerada por desarranjo dos cristais que ficam no interior do labirinto e que ajudam a localizar a posição da cabeça.

Na situação de os cristais estarem fora do local certo, eles causam o conflito das informações.

 

Vídeo | Como identificar a labirintite

https://youtu.be/IMoysBi_eQw

 

Deixe um comentário