Pular para o conteúdo

Importância do sistema de blockchain para as criptomoedas

    blockchain

    Com as tecnologias cada vez mais presentes e tendo atualizações constantes que agregam valor em ações da sociedade, um dos exemplos desta tecnologia é conhecido como sistema blockchain.

    Anúncio


    Relacionado aos sistemas de finanças, o termo de blockchain surgiu aos poucos, mas acabou ganhando atenção por ser algo que não há complexidade de compreensão, mesmo se tratando de áreas de financeiro.

    Sendo um sistema que permite rastrear o que foi enviado e recebido pela internet, com alguns tipos de informações, a operação funciona por intermédio dos códigos que foram gerados dentro do procedimento.

    Anúncio


    Por exemplo, uma empresa de refrigeração e climatização usa códigos para que seus aparelhos envie os comandos certo que, posteriormente, irão realizar os procedimentos dos quais foram solicitados.

    O termo de blockchain está diretamente ligado a blocos que formam uma corrente, ou estão presos em uma corrente e, com isso, é explicado que as informações destes blocos estarão sempre conectadas.

    É por intermédio deste sistema que o funcionamento das criptomoedas ocorre, até mesmo as transições que são feitas envolvendo a tecnologia financeira, tudo dentro dos campos digitais.

    Para que uma empresa compreenda a importância do blockchain antes de sua implantação, é fundamental que se tenha conhecimento dos benefícios e da importância de uma boa estruturação para fazer com que haja um bom funcionamento.

    Anúncio


    Deste modo, tanto um empreendimento de dobra chapa de ferro que usa essa tecnologia como uma pessoa física, possam aproveitá-las da melhor forma.

    Como surgiu o sistema?

    Conforme as tecnologias foram avançando ao longo dos anos, os setores financeiro e de segurança passaram a buscar diferentes formas para que as transações que ocorressem dentro da sociedade e do mercado fossem sempre seguras.

    Tendo aos poucos a implantação de tecnologias em caixas eletrônicos, transações bancárias entre o mesmo ou diferentes bancos, ou então, nas formas de se investir um capital.

    O surgimento do blockchain começou em 2008 quando o suposto criador da bitcoin, Satoshi Nakamoto, publicou um artigo sobre as mudanças que o sistema financeiro eletrônico poderia proporcionar ao mercado e a sociedade.

    Sendo definido como um sistema do qual não dependia da confiança de terceiros, o bitcoin junto ao blockchain acabou aos poucos, atraindo ainda mais a atenção por prevenir um gasto duplo dos valores que estavam nas operações.

    E também por oferecer maior confiança para nas transações financeiras que começavam a ser cada vez mais operadas através da internet, um ambiente virtual do qual sem a proteção, está suscetível ao vazamento de dados por meio de vírus ou hackers.

    Por isso, o blockchain fez com que os dados estivessem seguros junto à combinação de outras tecnologias protetivas e assim, oferecendo uma operação mais confiável para quem necessitasse usá-la.

    A importância e os benefícios

    Tratando-se de um período onde o volume de informações se torna cada vez mais alto, toda a tecnologia que pode contribuir para lidar com esses dados e gerenciá-los ou armazenar de forma segura é considerada como bem-vinda.

    A importância do blockchain está diretamente ligada a essas informações das quais é importante ter um armazenamento seguro, proporcionando que as atualizações sejam confiáveis e até mesmo entregues na forma que deve ser feita.

    Outro ponto que transforma o blockchain em algo importante é que as transações ocorrem de modo seguro, ou seja, se um houver o pagamento por uma maquina perfuratriz para concreto, as informações financeiras são acessadas somente por pessoas autorizadas.

    De forma que, mesmo se for mais de uma pessoa, se possuir o acesso, poderá visualizar a mesma informação conforme for sendo atualizada e, assim, entregando para todos ao mesmo tempo.

    Dentre os benefícios em torno deste sistema para quem os utiliza, tanto pessoas físicas quanto empreendimentos, pode ser pontuado:

    • Segurança;
    • Transparência;
    • Automatização;
    • Sem necessidade de terceiros.

    Portanto, se uma companhia de vergalhão roscado deseja implantar ou compreender melhor sobre o blockchain em relação aos investimentos, alguns pontos benéficos acabam contribuindo para a tomada de decisão para usar essa tecnologia.

    Relação com o bitcoin

    Com as mudanças no mercado financeiro, uma das formas de pagamento e reservas monetárias que se torna cada vez mais procuradas é o bitcoin, que é uma forma de pagamento inteiramente digital.

    Sendo usado em estabelecimentos que aceitem essa modalidade, o bitcoin é categorizado como uma criptomoedas por não envolver células físicas ou qualquer outra forma de dinheiro, de modo que também é conhecido como uma moeda limitada.

    Mesmo não estando atrelada a nenhuma moeda de qualquer país ou governo como o capital tradicional, o bitcoin não necessita de intermediários tradicionais, somente de um sistema de operação dos quais envolve dados para receber ou enviar.

    Por ser uma tecnologia que protege os dados e os atualiza de forma prática, porém com segurança, o blockchain logo passou também a ter uma relação com o bitcoin porque as moedas digitais necessitam de uma transação segura.

    De maneira que os valores que fossem investidos ou estivessem envolvidos nestas transações pudessem chegar até o destino de forma íntegra. Por isso, acabam sendo utilizados como uma base para toda a movimentação que ocorre.

    Sendo necessária a validação de todos para que as operações sejam consolidadas, da mesma forma que a instalação de aquecedor Rinnai necessita de todos terem aprovado alguma etapa para que o produto funcione perfeitamente.

    No caso do bitcoin e blockchain, é possível que as operações por parte dos participantes recebam uma fração pequena da criptomoeda, do qual irá se originar novos bitcoins e assim, podendo oferecer novas operações que forem necessárias.

    Quando se trata de tecnologias envolvendo o financeiro, quanto mais transparente elas forem, melhores serão os resultados para ambos os lados que estiverem envolvidos dentro das operações.

    O funcionamento do sistema blockchain

    Se uma empresa de aço P20 deseja conhecer mais sobre o sistema de blockchain antes de saber como terá acesso aos investimentos ou até, a criptomoeda, é fundamental que o processo comece a partir dos principais elementos que compõem o sistema.

    Os três principais são uma tecnologia similar a um livro razão, os registros imutáveis e os contratos inteligentes. O livro razão é o que permite o acesso a rede onde todas as transações foram realizadas, e não permite uma cópia dos registros.

    Que, por sua vez, não podem ser alterados ou corrompidos. Os registros imutáveis possuem a vantagem de fazer com que os erros que ocorrerem, sejam corrigidos em novas transações mas ainda mantendo a operação antiga para ser visualizada.

    Assim, da mesma forma que o erro pode ser visto em um tubo de polietileno para gás, por exemplo, quando se tem acesso, o erro dentro da operação também fica visível e registrado.

    Outro ponto fundamental que contribui para o sistema de blockchain são os contratos inteligentes, que são executados de forma automática e transformando as transações necessárias em algo mais rápido.

    O funcionamento do sistema possui registros de transações das quais, em alguns casos, podem ser comparados com uma planilha, armazenando as informações que estiverem sendo inseridas.

    As transações que ocorrem ganham códigos que são anônimos, sem a denominação de quem está realizando a operação, tornando-a portanto mais segura e fácil de ser criptografada.

    Contendo uma assinatura digital da qual faz com que o procedimento seja reconhecido após ser realizado, da mesma forma que uma escada revestida de mármore pode conter um código de identificação.

    Todos os que tiverem acesso ao sistema de blockchain contém a sua privacidade mantida por meio dos códigos nas transações e nos nomes, assim, tendo uma segurança envolvendo o financeiro.

    Considerações finais

    A tecnologia está cada vez mais presente dentro do mercado e por meio dela, novas operações e procedimentos podem ser realizados de forma segura, como no caso ao se utilizar o blockchain.

    Garantindo uma segurança e transparência para ambos os lados que usarem a tecnologia, o blockchain está diretamente ligado ao setor financeiro, sendo este uma das bases quando trata-se de operações com bitcoin.

    Podendo ser usado por empreendimentos e até mesmo por pessoas físicas que desejam uma tecnologia mais segura para realizar suas operações financeiras, é fundamental que a proteção seja instalada desde o início para que os dados sejam protegidos.

    Visto que, em grande parte dos casos, eles estão ligados a outros por intermédio de uma “corrente”, portanto, a proteção deve ser feita de uma forma constante para todos os lados.

    Principalmente em relação ao bitcoin, que, por não operar da mesma forma que as transações tradicionais por não conter instituições envolvidas em suas operações, precisam de procedimentos seguros e que atinjam os propósitos necessários.

    Com a atualidade resultando em vários dados a cada procedimento realizado, quanto melhor for a tecnologia que os protege, melhores serão os resultados para quem usufrui do blockchain.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Anúncio


    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *